Veja outros Posts

Guia PMBOK® – 6ª. Edição – O que muda?

Guia PMBOK® – 6ª. Edição – O que muda?

pmbok® guia 6ª edição

O que é PMBOK®

Quando você entra neste universo do gerenciamento de projetos, PMBOK® e siglas como PMI®, PMBOK® e PMP® também entram junto na sua vida.

Então, vamos esclarecer, a começar sobre: o Guia PMBOK®, o que é? É a sigla para Project Management Body of Knowledge.

Trata-se de um livro publicado pelo PMI® (Project Management Institute), sediado nos Estados Unidos, que traz um conjunto de melhores práticas da área de gerenciamento de projetos. A cada quatro anos aproximadamente, o PMI® publica uma nova edição.

É um guia de melhores práticas de gerenciamento de projetos e, a partir dos conceitos apresentados nele, os candidatos ao certificado PMP® (Project Management Professional), realizam um exame.

 

Nova versão sai a cada quatro anos

A notícia que tem agitado os candidatos à certificação PMP®, é que uma 6ª edição do Guia PMBOK® está saindo do forno, e a versão final, em inglês, já está disponível.

Mas muitos querem saber quando vai sair a versão do PMBOK® em língua portuguesa? Não temos a data certa ainda, mas em breve!

Isso significa que a versão do Guia PMBOK® atual – 5a.edição é o que ainda está valendo para o exame da certificação. Ou seja, a nova prova com foco no Guia PMBOK® 6ª edição só vai ser aplicada a partir do primeiro trimestre de 2018.

Enquanto a nova versão não chega, para obter a versão atual do Guia PMBOK® 5a.Edição, em português, os membros ativos  cadastrados no PMI podem realizar um download , gratuitamente, no site www.pmi.org. 

Houve mudanças em relação ao PMBOK® 5ª edição?

Inicialmente, a estrutura da 6ª edição do Guia PMBOK® permanece a mesma, ou seja, com os três capítulos introdutórios e dez sobre as áreas de conhecimento.

Entretanto, mudaram várias coisas. Creio que o Guia PMBOK® 6a.edição  tenha sido a edição que mais sofreu mudanças na história do Guia.

Uma visão geral

  • Ao analisar o Guia PMBOK® 5 edição, é possível constatar que na sexta ediçãotodos os capítulos foram reescritos, mantendo as informações pertinentes à cada um e evidenciando o valor da profissão de gerente de projetos.

 

  • O 3º capítulo passa a abordar também o papel e as competências do gerente de projetos, incluindo o Triângulo dos Talentos que engloba as Habilidades Técnicas, Habilidades Estratégicas e de Negócio e Habilidades de Liderança.

O PMBOK® também passa a contemplar uma abordagem para os documentos relacionados ao negócio do projeto como o Business Case, Business Plan e Plano de Gerenciamento de Benefícios, dando grande ênfase aos aspectos de negócioem documentos como o Termo de Abertura do Projeto (Project Charter) e Plano de Gerenciamento do Projeto.

A análise e medidas de sucesso também foram repensadas dando um enfoque maior ao negócio, no qual o projeto está inserido.

Como ficaram as áreas de conhecimento PMBOK®?

A nova edição passa a ter 49 processos ao invés dos 47 constantes  da Guia PMBOK® 5ª edição.

Uma das novidades é que para cada área de conhecimento haverá uma seção introdutória trazendo conceitos chave, algumas informações sobre tendências e práticas emergentes, além de algumas considerações relativas aos métodos ágeis, interativos e adaptativos.

 Duas áreas de conhecimento tiveram seus nomes alterados:

  • A área de Gerenciamento de Tempo (Capítulo 6 do Guia PMBOK®) passa a ser chamado de Gerenciamento do Cronograma.

 

  • A área de Gerenciamento dos Recursos Humanos (Capítulo 9 do Guia PMBOK®) passa a ser chamado simplesmente de Gerenciamento dos Recursos. Além da alteração de nome há também uma mudança de conceito, pois essa área passa a contemplar não apenas o tratamento dos recursos humanos, mas também os demais recursos necessários ao projeto, como os materiais e equipamentos.

Processos com execução contínua e não contínua

Diferente do PMBOK® 5ª edição, a partir de agora, na 6ª edição, o Guia vai começar a dar ênfase a uma característica do processo, como sendo de execução contínua ou não. Os termos em inglês serão “Ongoing process” e “Non-ongoing process”.

 Estruturas Organizacionais

Além das Estruturas Organizacionais Funcional, Matricial e Projetizada que constam atualmente no GuiaPMBOK®  5ª edição, agora teremos também as estruturas: Orgânica, Multidivisional, Virtual e Híbrida.

Requisitos, Premissas e Restrições

Esses termos, por vezes, geram algumas confusões de entendimentos. Por isso, gravarei um vídeo em breve no meu canal do Youtube, para explicá-los melhor. Procure acompanhar.

Além disso, eles também estarão mais destacados e recebendo uma ênfase no Guia PMBOK® 6a. Edição.

Quanto aos Requisitos, o PMI® utiliza o Business Analysis for Practioners: A Practice Guide e o Requiriments Management como referência, afetando diretamente o processo Coletar Requisitos.

Quanto às Premissas e Restrições, haverá um documento chamado Assumptions Log, que registrará as Restrições e as Premissas durante todo o projeto, e não mais pontualmente em alguns processos e documentos como do GuiaPMBOK®  5ª edição.

Bom, espero que essas informações sejam úteis para você. Se você gostou, procure compartilhar com nossos colegas de profissão.

TEM UM E-BOOK COM AS MUDANÇAS. Para baixar, clique.  

Dica para a sua carreira de gerenciamento de projetos

Uma dica que gostaria de deixar aqui para você: procure estar sempre à frente do mercado em relação à quaisquer mudanças, seja elas como essa do Guia PMBOK® ou outras quaisquer de mercado, em relação à sua profissão.

Esteja sempre aberto para novas possibilidades e modelos que vêm sendo apresentados, as quais, às vezes, não são tão novos assim : vide exemplo do modelo que criei, o PM VISUAL – que consistedo Canvas de Projeto e sua explosão, uma forma de planejar um projeto em 8 horas de trabalho,  e também do Kaizen, utilizado pelos japoneses desde a década de 60 – ambos tem o mesmo princípio: Planejamento em grupo, de forma colaborativa e compartilhada, simples e prática.

Você conhece aquela história do “Quem mexeu no meu queijo?”. Saiba cheirar o queijo e controlar o seu estoque de conhecimentos!

Resumindo, procure sempre estar antenado com o que está ocorrendo na sua profissão. Para nos mantermos competitivos, temos que estar ligados com o que está acontecendo à nossa volta.

E como fazer para se manter atualizado?

Lendo artigos sobre Gerenciamento de Projetos, como esse onde falamos sobre o Guia PMBOK®, vendo vídeos no youtube, se capacitando, se aprimorando, fazendo networking, enfim, estando em contato com o tema.

Uma ótima oportunidade para conseguir tudo isso, por exemplo, é ver nossos webinars, passar uma noite de 2 horas por mês de VINHO COM PROJETOS , fazer um treinamento na área comportamental, técnica ou com foco em negócio sempre ligados a Gestão de Projetos. Tudo isso você encontra na RC ROBSON CAMARGO – Projetos e Negócios.

Nesses encontros compartilhamos conhecimentos, conhecermos outras pessoas da nossa profissão, apresentamos algumas oportunidades de trabalho - vagas que o mercado está ofertando, e em algumas noites, provamos alguns bons vinhos.

Além de obter conhecimento, tomar um bom vinho, conhecer pessoas, o participante já certificado com PMP® ainda ganha PDUs para ajudar na manutenção da sua certificação.

Na próxima estaremos falando sobre Métodos Ágeis.

 Considerações finais

Como falei, com relação às mudanças na 6ª edição do Guia PMBOK® tem mudança pra chuchu... Entretanto, apesar das muitas mudanças que estão sendo inseridas agora, na verdade, muitas já fazem parte de nosso dia a dia. 

Então, lembre-se de algumas coisas muito importantes:

  1. Procure trazer os conceitos do Guia PMBOK® para sua vida prática (independente da versão que você conhece).
  2. Não tente usar um conhecimento por dogma ou de forma engessada o que consta no Guia PMBOK®.
  3. Ajude a sua empresa a organizar, criar ou melhorar a sua metodologia de Gerenciamento de Projetos.
  4. Tenha como objetivo principal na sua atuação como Gerente de Projeto ter foco para com os resultados de negócio. Gerenciamento de Projetos não é para deixar seu projeto mais bonitinho e mais organizadinho. Ele serve para trazer benefício para sua empresa conforme seus objetivos estratégicos e missão. Se ela for do meio privado, normalmente é traduzido por dinheiro – resultado financeiro.
  5. Procure sempre fazer as coisas da forma mais simples possível. Portanto, comece com o PM VISUAL: CANVAS de Projetos e sua Explosão. Vale muuuuuiito a pena. Se você ainda não conhece, vem participar de um Workshop que tenho mensalmente de 1 dia.
  6. Se você pensa em se tornar um PMP e já conhece a 5ª edição, sem dúvida nenhuma, é melhor que você faça a prova ainda nesse ano de 2017. Para que esperar?!

E, por último, procure sempre ser você O provocador das suas mudanças. Certamente assim você nunca será pego de surpresa e será um dos que ditam as mudanças no mercado e no mundo!

 Se precisar de ajuda, me chame, me mande um e-mail, uma mensagem no Linkedin ou me ligue, ok?

Caso você ainda não faça parte de minha rede, no Linkedin, ou ainda não tenha assinado o meu Canal RC no Youtube, clique lá! Assim você receberá minhas novas publicações

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Newsletter