Blog

Confira nossas novidades e assine nossa newsletter!

Assine nossa Newsletter

Veja outros Posts

6 dicas para refinar a avaliação de desempenho na gestão de projetos

6 dicas para refinar a avaliação de desempenho na gestão de projetos

6 dicas para refinar a avaliação de desempenho na gestão de projetos

  • 19/9/2018
  • Robson Camargo

 

Não é novidade que um importante item no gerenciamento de projetos refere-se à avaliação de desempenho ou do andamento do projeto. Neste sentido, além de avaliar a situação atual do projeto é preciso também verificar se as tendências apontam para um bom resultado.

A falta de técnica e recursos adequados, muitas vezes, contribui de forma negativa para a produtividade na gestão de projetos. Acompanhar o desempenho da equipe e os resultados obtidos, e manter um meio de comunicação eficiente para entregar projetos com qualidade obedecendo aos prazos estabelecidos exige que a liderança adote algumas medidas importantes e necessárias.

O que é avaliação de desempenho?

É muito importante entendermos o que é avaliação de desempenho. A avaliação de desempenho é uma das ferramentas mais importantes em gestão de pessoas, já que tem o objetivo de analisar o desempenho individual ou de um grupo de funcionários.

Por meio desse processo, o empreendedor pode diagnosticar e analisar o comportamento de um colaborador durante um período de tempo determinado.

Com o resultado de uma avaliação de desempenho, é possível constatar se a postura individual e coletiva do avaliado condiz com a cultura da empresa. Caso o resultado seja satisfatório, é ideal analisar o que fazer para que sigam o exemplo do funcionário em questão. Sendo insatisfatório, é preciso compreender até onde a empresa colaborou para permear aquele comportamento e como ajudar no desenvolvimento desse colaborador.

Como fazer uma avaliação de desempenho?

A avaliação de desempenho é uma das tarefas mais importantes para o RH, auxiliando na tomada de decisões estratégicas como promover, bonificar ou demitir alguém. Por meio dessa avaliação é possível identificar as principais dificuldades e facilidades de cada profissional.

É de extrema importância saber como realizar uma boa avaliação de desempenho, obtendo o máximo de resultados possíveis. Para isso é preciso escolher o modelo que mais se adapta à empresa, implementá-lo com eficiência e gerar feedbacks a cada colaborador avaliado. Confira essas dicas que te ajudarão a otimizar a avaliação de desempenho em sua empresa!

1 - Escolha o modelo de avaliação de desempenho que mais se adapta à empresa

Existem diversos tipos de avaliação de desempenho que podem variar de acordo com a amplitude (número de pessoas envolvidas) da análise. Veja os principais:

Autoavaliação de desempenho

Esse modelo permite que o próprio colaborador avalie seus resultados na empresa. Na verdade, a autoavaliação de desempenho é muito usada como um complemento. Depois de aplicá-la, será necessário que o avaliador cruze as informações obtidas com os dados da empresa, identificando se a percepção do colaborador condiz com a realidade.

Avaliação em 180 graus

É um dos métodos de avaliação de desempenhomais utilizados. Nele, os gestores avaliam as competências dos seus subordinados — como pontualidade, espírito de equipe, produtividade etc. É considerado um modelo incompleto porque depende da percepção de apenas algumas pessoas.

Avaliação em 360 graus

Esse é o modelo de avaliação mais completo, envolvendo todas as pessoas que possuem algum contato com o avaliado — como seus superiores, subordinados, colegas de trabalho e, em alguns casos, seus clientes. Com a avaliação de desempenho 360 graus é possível ter uma visão muito mais holística, identificando com clareza diversos pontos fortes e fracos.

Avaliação por competências

A avaliação de desempenho por competênciaspode ser integrada aos outros já citados e consiste em avaliar o colaborador com base em 3 principais aspectos: seus conhecimentos (o saber teórico), suas habilidades (o saber prático) e suas atitudes no dia a dia.

2 - Execute a avaliação de desempenho

Depois de analisar os vários tipos de avaliação de desempenhoe definir o modelo que mais se adapta à empresa, é hora de implantá-lo. Para isso é possível utilizar algum tipo de software específico ou mesmo planejar e imprimir um formulário de avaliação de desempenhocom questões estratégicas.

Normalmente as perguntas têm um viés quantitativo, e devem ser respondidas com notas de 0 a 10 ou algo parecido. Assim fica muito mais fácil para o avaliador interpretar e gerar relatórios com as informações obtidas.

Além disso, é importante discutir sobre a periodicidade da avaliação de desempenho. O mais indicado é realizar uma avaliação de 3 em 3 meses, identificando o que melhorou ou o que piorou nesse período, mas isso pode variar de empresa para empresa.

3 - Gere feedbacks de melhoria à equipe

Não basta realizar a avaliação de desempenho profissional e arquivá-la em uma gaveta. É importante que ela seja utilizada como um feedback de melhoria para cada colaborador, mostrando seus principais pontos fortes e fracos. Ao fazer isso, você conseguirá motivar um aprimoramento contínuo da equipe.

E mais: é necessário reconhecer e recompensar os colaboradores que obtiveram as melhores avaliações. Assim é possível criar uma percepção de meritocracia, o fazer por merecer. Desse modo, cada funcionário desejará entregar melhores resultados no futuro.

4 - Identificar os problemas

É preciso identificar os problemas, resolvê-los junto ao avaliado e manter a produtividade da empresa. Para isso, não cabem broncas ou dispensas, e sim conversa e motivação em prol de bons resultados.

5 – Entrevistas periódicas

A realização de entrevistas periódicas permite analisar a evolução do funcionário e, se necessário, adotar medidas, que servem como termômetro para entender se há condições de evolução ou reversão de alguma situação fora do padrão.

A avaliação concede um raio X da empresa para os líderes. Vale salientar que não é indicado que esses líderes sejam autoritários. O processo de avaliação não consiste em punir ou demitir um funcionário que apresente desvios, mas avaliar o que ele tem de bom e, se for o caso, orientá-lo a mudar de postura quanto ao que pode ser melhorado. Dessa forma, será gasto muito menos com troca de pessoal e os funcionários responderão positivamente ao desafio.

6 - Momento certo para a avaliação de desempenho

A Avaliação de Desempenho pode ser feita a qualquer momento e sempre que o empreendedor achar necessário. O ideal é que seja realizada uma avaliação mensal para melhor análise da evolução coletiva da empresa e de seus colaboradores.

Apesar de ser apenas um item em diversos outros para a formação de um negócio de sucesso, uma avaliação de desempenho efetiva, que consegue trazer aprimoramentos, pode se tornar uma ação muito positiva para o crescimento de todo o corpo profissional.

 

Agora vejo um vídeo em que falo um pouco sobre o conceito de inteligência coletiva:

 

Sobre o autor

Robson Camargo, PMP, MBA, GWCPM, ASF é professor nos cursos de MBA das Principais Escolas de Negócio do País: FGV, Fundação Dom Cabral e FIA/USP com Certificação PMP – Project Management Professional emitida pelo PMI, MBA em Administração de Projetos pela FEA/USP e Master Certificate pela George Washington. Robson Camargo é autor do livro PM VISUAL e criador do Método PM VISUAL. Sua equipe realiza treinamentos e consultorias em empresas do Brasil e exterior. Robson Camargo está à frente da RC Robson Camargo – Projetos e Negócios, há mais de 11 anos.

As marcas PMP, PMI, PMBOK e a logomarca “REP” Registered Education Provaider são marcas registradas do Project Management Institute, Inc.

 

 

Deixe seu Comentário

Agenda

Confira nossa programação!

Sobre

É uma empresa de Educação Corporativa oficialmente homologada pelo PMI com o selo de R.E.P. (Registered Education Provider), alinhada com o Triângulo de Talentos do Gerente de Projetos

Você também pode se interessar

Newsletter