Blog

Confira nossas novidades e assine nossa newsletter!

Assine nossa Newsletter

Veja outros Posts

Conheça as 10 áreas de conhecimento do PMBOK®

Conheça as 10 áreas de conhecimento do PMBOK®

Conheça as 10 áreas de conhecimento do PMBOK®

  • 11/6/2019
  • Robson Camargo

 

O Guia PMBOK® formaliza diversos conceitos em gerenciamento de projetos e também identifica, na comunidade de gerenciamento de projetos, 10 áreas de conhecimento do PMBOK®, que caracterizam os principais aspectos envolvidos em um projeto e no seu gerenciamento.

Para que você compreenda melhor as áreas de conhecimento, vale a pena lembrar que o gerenciamento de projetos PMBOK® é um guia ou documento que contém a terminologia padrão, melhores práticas e diretrizes dos processos referentes ao gerenciamento de projetos.

Quais são as 10 áreas de conhecimento do PMBOK®

O Guia PMBOK ® (Project Management Body of Knowledge - Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos) foi definido e desenvolvido pelo Project Management Institute (PMI®), um instituto americano focado em trabalhar ações da área de gerenciamento de projetos.

Atualmente, o guia PMBOK®, que está na sexta edição, é reconhecido internacionalmente como um recurso essencial para os gerentes de projeto que querem se manter sempre atualizados.

O PMBOK® utiliza cinco grupos de processos (Iniciação, Planejamento, Execução, Monitoramento e Controle e Encerramento), que são usados para categorizar as operações de gerenciamento de projetos necessárias para administrar uma empresa ou supervisionar um projeto.

Além dos grupos de processos, confira quais são as 10 áreas de conhecimento do PMBOK®:

1 - Gerenciamento de Integração de projetos

A integração é referente ao processo de combinar ou unir as várias partes móveis de qualquer projeto. Assim, será mais fácil trabalhar em direção a um objetivo comum.

Integração significa unificação, consolidação e articulação. O Gerenciamento da Integração requer que sejam feitas escolhas sobre alocação de recursos, concessões entre objetivos e alternativas conflitantes, além do gerenciamento de dependências mútuas entre áreas de conhecimento e processos.

Aqui se destaca a importância que tem a comunicação com os participantes do projeto.

Gerenciar a integração do projeto é garantir que os componentes do projeto precisam trabalhar juntos – e é papel do gerente de projetos fazer que isso aconteça. Exige habilidades em negociação e gerenciamento de conflitos de interesses. Também exige habilidades gerais de gerenciamento, boa comunicação, organização, familiaridade técnica com o produto etc.

2 - Gerenciamento do Escopo do projeto

O Gerenciamento do Escopo inclui processos necessários para assegurar que o projeto inclui todo o trabalho necessário e somente o trabalho necessário para concluir o projeto com sucesso. O objetivo é definir e controlar o que faz parte do projeto, assim, evita-se que o escopo do projeto se expanda conforme o tempo passa.

O escopo/âmbito é o foco do projeto. O escopo do projeto difere-se do escopo do produto na medida em que o escopo do projeto define o trabalho necessário para fazer o produto, e o escopo do produto define os recursos (atributos e comportamentos) do produto que está sendo criado.

3 - Gerenciamento do Cronograma

Também chamado de gerenciamento de tempo em edições anteriores à sexta edição do Guia PMBOK®, o cronograma visa manter uma sequência de eventos precisa e atualizada. Dessa forma, busca-se o cumprimento de prazos e responsabilidade, porém, podem ocorrer ajustes dos prazos, se necessário.

O gerenciamento do cronograma inclui processos necessários para estimar as tarefas, seus recursos e durações, de modo a gerenciar o projeto para o término pontual.

 

4 - Gerenciamento de Custos

A Gestão de Custos inclui processos envolvidos em estimativas, orçamentos e controle dos custos, de modo que o projeto possa ser terminado dentro do orçamento aprovado.

Assim, é possível manter os custos com mão-de-obra, materiais e equipamentos dentro do orçamento inicialmente aprovado.

Os processos de gerência do custo do projeto incluem:

  • Planejar o gerenciamento dos custos: determinar como o gerenciamento de custos será feito;

  • Estimar os custos: desenvolver uma aproximação dos gastos com os recursos necessários para execução do projeto;

  • Determinar o orçamento: agregar os custos estimados de atividades ou de pacotes individuais de trabalho para estabelecer uma base de custo;

  • Controlar os custos: influenciar nos fatores que geram uma variação de custo e controlar as mudanças de orçamento do projeto.

5 - Gerenciamento da Qualidade

O Gerenciamento da Qualidade inclui processos e atividades da organização executora que determinam as políticas de qualidade, objetivos, requisitos e responsabilidades de modo que o projeto satisfaça às necessidades para as quais foi empreendido. Implementa o sistema de gerenciamento da qualidade e atividades para a melhoria contínua dos processos.

6 - Gerenciamento de Recursos do projeto

Também chamada de recursos humanos em algumas edições, ela inclui processos que organizam e gerenciam a equipe do projeto. Faz parte desta área do conhecimento descrever as necessidades de pessoal e suas respectivas capacidades e habilidades.

O foco é utilizar conhecimento, experiência e habilidades de cada um da maneira mais proveitosa possível.

Envolver a equipe a partir das fases iniciais do projeto agrega conhecimentos e fortalece o comprometimento.

7 - Gerenciamento de Comunicações

O gerenciamento das Comunicações inclui todos os processos necessários para assegurar que as informações do projeto sejam geradas, coletadas, distribuídas, armazenadas, recuperadas e organizadas de maneira oportuna e apropriada.

8- Gerenciamento de Riscos

O gerenciamento de Riscos inclui processos de planejamento, identificação, análise, estabelecendo também um plano de resposta para tratar de problemas que possam surgir, bem como o monitoramento e controle de riscos de um projeto. Os objetivos do gerenciamento de riscos são aumentar a probabilidade e o impacto dos eventos positivos e reduzir a probabilidade e o impacto dos eventos negativos no projeto.

9 - Gerenciamento de Aquisições do projeto

O gerenciamento das Aquisições do projeto inclui os processos necessários para comprar ou adquirir produtos, serviços ou resultados externos ao projeto e abrange o gerenciamento de contratos. A organização pode ser tanto compradora como vendedora dos produtos, serviços ou resultados de um projeto. Na ótica do PMI®, abordamos o gerenciamento das aquisições do ponto de vista do comprador.

10 - Gestão de Partes Interessadas do projeto

A gestão das partes interessadas ou stakeholders entrou como área de conhecimento na quinta edição do gerenciamento de projetos PMBOK®.

O Gerenciamento das Partes Interessadas inclui processos de identificação, planejamento, engajamento e gerenciamento das partes interessadas. Os objetivos do gerenciamento das partes interessadas é aumentar o suporte e comprometimento dos stakeholders ao projeto. Para isso, são utilizadas estratégias para identificar e gerenciar as expectativas das partes interessadas.

Ficou alguma dúvida sobre as 10 áreas de conhecimento do PMBOK®? Manda aqui pra gente! Mas agora veja um vídeo que aborda mais sobre o guia:

 

Sobre o autor

Robson Camargo, PMP, MBA, GWCPM, ASF é professor nos cursos de MBA das Principais Escolas de Negócio do País: FGV, Fundação Dom Cabral e FIA/USP com Certificação PMP – Project Management Professional emitida pelo PMI, MBA em Administração de Projetos pela FEA/USP e Master Certificate pela George Washington. Robson Camargo é autor do livro PM VISUAL e criador do Método PM VISUAL. Sua equipe realiza treinamentos e consultorias em empresas do Brasil e exterior. Robson Camargo está à frente da RC Robson Camargo – Projetos e Negócios, há mais de 11 anos.

As marcas PMP, PMI, PMBOK e a logomarca “REP” RegisteredEducationProvaider são marcas registradas do Project Management Institute, Inc.

 

Deixe seu Comentário

Agenda

Confira nossa programação!

Sobre

É uma empresa de Educação Corporativa oficialmente homologada pelo PMI com o selo de R.E.P. (Registered Education Provider), alinhada com o Triângulo de Talentos do Gerente de Projetos

Você também pode se interessar

Newsletter

Fale com a gente!