Blog

Confira nossas novidades e assine nossa newsletter!

Assine nossa Newsletter

Veja outros Posts

8 passos para trabalho em equipe no gerenciamento de projetos

8 passos para trabalho em equipe no gerenciamento de projetos

8 passos para trabalho em equipe no gerenciamento de projetos

  • 17/1/2019
  • Robson Camargo

 

Selecionar profissionais para um trabalho em equipe é sempre algo bem complicado. Principalmente porque as pessoas são diferentes, mas precisam seguir um objetivo comum para que um projeto seja bem-sucedido.

A importância de montar equipes de trabalho coesas e diversas é que se uma equipe é integrada, consegue atingir níveis de sucesso de um projeto muito acima das metas. Mas como conseguir isto?

O que é trabalho em equipe?

De acordo com a Wikipédia, “trabalho em equipe ou trabalho de equipe é quando um grupo ou uma sociedade resolve criar um esforço coletivo para resolver um problema. O trabalho em equipe pode também ser descrito como um conjunto ou grupo de pessoas que se dedicam a realizar uma tarefa ou determinado trabalho”.

Em uma equipe de trabalho ideal todos procuram maneiras de fazer seu papel da forma mais eficiente, com menos recursos e em consonância com as ideias da empresa. Mas, além disso, precisa haver uma espécie de harmonia e colaboração, que ajuda na hora de vencer obstáculos, superar dificuldades e buscar resultados positivos.

Qual a importância do trabalho em equipe?

Com certeza você conhece aquele velho ditado que diz “a união faz a força”? Pois bem, embora seja um clichê, essa continua sendo a premissa de qualquer projeto eficiente.

A importância do trabalho em equipe motivada é que desta forma os projetos quase sempre são desenvolvidos a contento, atingindo objetivos e cumprindo prazos.

Para conseguir uma equipe unida e eficiente, com ótima avaliação de desempenho, é fundamental utilizar a motivação, uma comunicação adequada e com poucos ruídos, além de respeito e alocação adequada de conhecimentos, resulta em uma equipe unida e eficiente.

Da mesma forma que se houver conflitos diários, desrespeito e falta de conhecimento técnico, o projeto estará fadado ao fracasso.

A formação de equipes de alta performance é um dos pontos mais relevantes na área de gerenciamento de projetos.

Como desenvolver trabalho em equipe

Porém, mesmo reconhecendo essa importância e necessidade, pode ser difícil chegar a esse objetivo. Veja, a seguir, algumas dicas fundamentais para que o trabalho em equipe dentro das organizações seja cada vez melhor:

1 - Capriche na comunicação

Não existe equipe de sucesso que não tenha uma comunicação intensa, viva e contínua entre todos os seus integrantes. Caso os membros não troquem ideias entre si ou o próprio gestor não esteja disposta a dialogar, as chances de sucesso são mínimas.

Por isso, o ideal é criar um canal de comunicação aberto, livre e horizontal no qual o gestor pode falar com os colaboradores, os colaboradores podem falar com o gestor e os colaboradores possam dialogar entre si.

Além de estimular a criação de um ambiente colaborativo, busque também o alinhamento de expectativas desde o começo. Todos devem saber quais são os objetivos e estratégias e, conforme o projeto vá prosseguindo, como está o andamento. A transparência faz uma diferença positiva e oferece resultados diferenciados.

2 - Conheça e interaja com a equipe

Embora o papel do gestor é se preocupar com os resultados do projeto, ele também deve olhar para as pessoas que compõem a equipe de execução. Ser empático e altamente inspirador funciona muito melhor para conquistar a alta performance.

Para evitar o fato recorrente de pouco conhecermos o colega de trabalho, é importante estimular e participar da troca de experiências entre as pessoas da organização.

3 - Resolva conflitos internos

A busca por resultados muitas vezes se torna tão intensa que leva à geração de conflitos internos. Seja pela falha na comunicação ou pela competitividade propriamente dita, ou até mesmo por cobranças quanto à administração do tempo, nada impede que a equipe se veja enfrentando dificuldades geradas pelos conflitos.

Embora essa situação não possa ser totalmente eliminada ou impedida, ela pode e deve ser gerenciada corretamente. Nesse caso, o gestor precisa agir como mediador, sem tomar lados e buscando a melhor solução não apenas para as pessoas, mas também para o projeto.

Quanto mais rápida for a solução, menores são os efeitos causados por esse tipo de situação. Além disso, um ambiente sem conflitos gera um clima organizacional melhor e mais adequado.

O impacto disso é o aumento da motivação e, por consequência, o aumento da produtividade. Também há uma diminuição na insatisfação e na taxa de rotatividade, deixando a equipe mais unida. Com isso, é mais fácil conquistar resultados diferenciados no projeto.

Os conflitos serão inevitáveis, assim como o choque de opiniões. Ainda assim é possível pegar essa situação adversa e transformá-la em oportunidades, encontrando soluções para possíveis problemas ou sucesso de um projeto dentro destes impasses. O importante é valorizar a diversidade e eliminar qualquer tipo de competição entre os membros da equipe.

4 - Tenha paciência

É muito difícil aceitar críticas ou opiniões divergentes. Apesar disso, nada justifica o desrespeito e a falta de consideração com o colega de trabalho. Respire fundo e reflita sobre aquilo que foi dito. Se você não gostou ou não concorda, a melhor maneira de agir é argumentando seu ponto de vista de modo claro e objetivo.

5 - Seja organizado e tenha planejamento

Muitas pessoas envolvidas em um mesmo projeto tendem a ficar dispersas. É fundamental que seja feito um planejamento, estabelecendo as metas da equipe. A medida que o trabalho for acontecendo, é importante que haja um balanço para que o grupo comemore as conquistas e seja capaz de se recuperar de eventuais contratempos.

6 - Delegue tarefas e dê autonomia

Sendo assim, agir de maneira fortemente centralizadora não vai ajudar você, a equipe ou mesmo o projeto.

O ideal é delegar tarefas — apenas faça isso para as pessoas certas. Diante das necessidades específicas de cada uma dessas tarefas, encontre no grupo a pessoa ou as pessoas mais apropriadas para a sua execução. Dê orientações, treinamentos e auxílio, mas também dê autonomia.

Ao oferecer relativa liberdade, os laços de confiança se fortalecem e os resultados são obtidos mais facilmente. Apenas mantenha controle sobre os resultados e dê orientações em momentos específicos de avaliação.

Uma das maiores vantagens do trabalho em equipe é a divisão de tarefas. E isso vale para o gestor também. Esqueça aquela imagem de alguém centralizador, que controlava com mãos de ferro todas as decisões da empresa. Compartilhar responsabilidades é uma ótima oportunidade de tornar a equipe mais ativa.

7 - Cuidado com a acomodação

Nem em uma equipe coesa, criativa e com alta produtividade escapa dos problemas. O maior deles é a acomodação. Muitas vezes o grupo já está tão integrado que se torna resistente às opiniões divergentes. Não permita que a equipe fique estagnada. O estímulo a novas ideias e a participação de todos é um trabalho que deve ser contínuo e aprimorado.

8 - Não tenha medo de quebrar paradigmas

É fundamental ter em mente que nem sempre o sucesso ou a conquista de objetivos são obtidas pelo caminho mais comum. Muitas vezes, aliás, será necessário seguir por direções muito pouco usuais ou mesmo inexploradas.

Como gestor, você deve estar disposto a assumir responsabilidades e correr alguns riscos controlados, se for para o sucesso do projeto. Sendo assim, use o sucesso como seu melhor indicador e não tenha medo de quebrar alguns paradigmas.

Desde que os valores da empresa sejam respeitados e as pessoas geridas da maneira certa, o caminho para chegar até os resultados pode seguir por direções inesperadas. Tenha a mente aberta e esteja atento a todas as possibilidades, de modo a aproveitar boas oportunidades que surgirem.

Como o gestor também deve inspirar as pessoas, tomar a frente e ousar em certos pontos, funciona como uma força motriz ideal para conseguir mais engajamento e soluções que fogem do óbvio. Além de economizar tempo e dinheiro, isso também oferece mais confiança e coesão para a equipe.

Você tem conseguido trabalhar em equipe? Tem obtido bons resultados? Deixe um comentário aqui embaixo, contando pra gente!

Agora veja um vídeo sobre como o trabalho coletivo é mais produtivo:

 

 

Sobre o autor:

Robson Camargo, PMP, MBA, GWCPM, ASF é professor nos cursos de MBA das Principais Escolas de Negócio do País: FGV, Fundação Dom Cabral e FIA/USP com Certificação PMP – Project Management Professional emitida pelo PMI, MBA em Administração de Projetos pela FEA/USP e Master Certificate pela George Washington. Robson Camargo é autor do livro PM VISUAL e criador do Método PM VISUAL. Sua equipe realiza treinamentos e consultorias em empresas do Brasil e exterior. Robson Camargo está à frente da RC Robson Camargo – Projetos e Negócios, há mais de 11 anos.

As marcas PMP, PMI, PMBOK e a logomarca “REP” Registered Education Provaider são marcas registradas do Project Management Institute, Inc.

 

Deixe seu Comentário

Agenda

Confira nossa programação!

Sobre

É uma empresa de Educação Corporativa oficialmente homologada pelo PMI com o selo de R.E.P. (Registered Education Provider), alinhada com o Triângulo de Talentos do Gerente de Projetos

Você também pode se interessar

Newsletter