Blog

Confira nossas novidades e assine nossa newsletter!

Assine nossa Newsletter

Veja outros Posts

Como melhorar o desempenho da empresa com o Business Intelligence?

Como melhorar o desempenho da empresa com o Business Intelligence?

Como melhorar o desempenho da empresa com o Business Intelligence?

  • 8/11/2018
  • Robson Camargo

 

O Business Intelligence nos negócios é um conjunto de processos, metodologias e tecnologias desenvolvidas com o objetivo de coletar, monitorar, organizar, analisar e compartilhar informações para tomada de decisão empresarial de uma forma clara, simples e precisa.

Para isso, não são analisadas quaisquer informações! Apenas as que forem úteis para aprimorar a gestão de uma empresa. Quer saber mais sobre o assunto? Então leia este post até o fim!

O que é Business Intelligence?

Pois bem, para entender melhor o que é Business Intelligence, vamos começar afirmando que se trata de uma das ferramentas de gestão mais poderosas da atualidade.

O Business Intelligence (BI) também é chamado de Inteligência Empresarial pois, segundo alguns especialistas da área, o processo permite a tomada de decisão para a empresa como um todo, desde o financeiro, operacional, comercial, até o marketing.

Devido à grande competitividade e à exigência do mercado em empresas mais preparadas para disputarem entre si, o BI Business Intelligence é uma forma inteligente de otimizar falhas e manter o negócio em destaque.

Basicamente, o BI é um conjunto de teorias, metodologias, processos, tecnologias e estruturas que transformam grandes quantidades de dados que, sozinhos, não significam muito, em informações essenciais para uma boa gestão.

Ou seja, é um conjunto de técnicas e de ferramentas que visam oferecer suporte à tomada de decisão e ao monitoramento de resultados dos investimentos da empresa.

Enfim, como se pode definir Business Inteligence – BI: Business Intelligence é uma forma de agrupar e explorar informações para descobrir vantagens para o seu negócio.

O objetivo central é auxiliar na interpretação e análise de dados e informações, para identificar oportunidades ou riscos.

De maneira resumida, podemos dizer que: o BI é a integração do seu negócio, do seu gerenciamento e da TI.

 

Vantagens do Business Intelligence para os negócios

Ao implementar um programa de Business Intelligence, a empresa tem grande chance de dar um salto de qualidade na gestão. Isso porque essa análise colocará na mão do empresário tudo o que for necessário para que ele tenha uma visão ampla do negócio.

Com as informações coletadas e analisadas pelo BI, a empresa conhecerá as oportunidades de melhoria interna, quais recursos estão sendo desperdiçados, quais clientes são mais lucrativos, quais as ameaças ao negócio e como combatê-las, além de muitos outros fatores.

O BI não serve apenas para ajudar a equipe de gestão e os executivos da empresa: serve para todos os funcionários. Com o conhecimento gerado pelo programa de inteligência, os funcionários entendem melhor como otimizar seu próprio trabalho e como incrementar a produtividade.

Essa ferramenta pode ajudar e muito na área de gerenciamento de projetos é só deixarmos de lado, um pouco, a ideia de que só o MS Project ou aplicações similares podem ser utilizadas no apoio ao gerenciamento de projetos.

De onde vêm as informações coletadas pelo BI?

As informações vêm de várias fontes. As mais comuns são CRMs, ERPs, Data Warehouses, relatórios internos e até notícias de jornais. Uma vez reunidos em um único repositório (software ou sistema), essas informações são cruzadas, checadas e comparadas, gerando conhecimento valioso para o gestor.

Como aplicar o Business Intelligence na sua empresa?

Para que a Business intelligence se concretize numa empresa são necessários 3 elementos perfeitamente alinhados:

Coleta de dados

Toda a informação chave para a tomada de decisões na empresa deve ser coletada de forma estruturada, seja de forma eletrônica por meio do sistema de gestão (ERP), seja por outros sistemas como CRM (sistema de relacionamento com clientes), planilhas, fichas manuais, sistemas de coleta em dispositivos móveis, etc. ou seja, todas as informações que fazer sentido para a empresa tem que ser coletadas e disponibilizadas.

Organização e análise

Nesta etapa é necessário um software de BI, pois as informações precisam ser organizadas num banco de dados e disponibilizadas de forma clara e simples como veremos adiante.

Ação e monitoramento

As pessoas em cargos chave na empresa tomam decisões com base nas informações apresentadas pelo software de BI e monitoram os resultados, fazendo as correções eventualmente necessárias.

Business Intelligence na prática

A parte visível da BI, aquela que os tomadores de decisão vão ter contato se dá através de um software que apresenta painéis/telas (também conhecidos como dashboards) que demonstram as informações em formatos de gráficos.

O formato de gráfico faz com que se extraia da Business Intelligence análises de maneira muito mais fácil que através da análise de relatórios.

Os gráficos da BI tem os mais variados modelos, podendo ser lineares, de “radar”, de “pizza”, barras, colunas, enfim, de acordo com o tipo de informação que se quer extrair/analisar, o formato mais adequado deverá ser utilizado.

O importante é que quem determina de que forma quer analisar as informações são os tomadores de decisão da empresa, de modo que a ferramenta de BI tem que ser flexível para isso.

Não são as ferramentas de Business Intelligence que determinam de qual modo as informações serão apresentadas e as pessoas “devem se adaptar” para analisá-las.

Praticamente tudo pode ser analisado com a BI, desde que haja um processo organizado de coleta de dados.

Pode-se analisar informações de recursos humanos, financeiras, de estoque, vendas, enfim, qualquer área que a empresa consiga produzir dados organizáveis.

Por exemplo, a direção da empresa quer saber quais produtos são mais vendidos em determinada época do ano ou qual trimestre em média os vendedores têm melhor desempenho.

Desde que essas informações estejam salvas no banco de dados do sistema de gestão o software de BI poderá fazer a organização e apresentação emformato gráfico.

A Business Intelligence também funciona para pequenas e médias empresas pois hoje em dia as ferramentas de BI são muito flexíveis e acessíveis.

O formato de Business Intelligence software online (na nuvem) tornam esse processo mais barato além de permitir a consulta das informações a qualquer hora e local, especialmente através de tablets e celulares.

O empresário, diretor, gerente e demais funcionários chave que tomam as decisões têm flexibilidade de consultar os dados sempre que quiserem e não ficam presos ao ambiente da empresa através do sistema de gestão.

Sem contar que o valor mensal de uma solução dessas custa muito pouco perto do tempo e da energia que são economizados pelas pessoas que as usam.

Como e por que aprender Business Intelligence?

Há algum tempo a área de BI vem ganhando força no mercado e agora, mais do que nunca, as empresas querem tomadas de decisões precisas e que tenham um índice menor de risco, para enfrentar oportunidades, crises econômicas e a própria concorrência de maneira mais inteligente. É nesse cenário que o profissional de Business Intelligence se torna essencial.

Como a maioria das organizações depende de informações estratégicas para se posicionar no mercado, fidelizar o público e conquistar novos clientes, ter um profissional que consiga se adaptar aos processos de negócios da empresa é muito importante.

Diante disso, o profissional de BI é quem transforma as fontes de informação em relatórios tangíveis, tornando as decisões dos profissionais muito mais coerentes com o core business* da empresa.

E agora veja como um vídeo sobre como planejar projetos atualmente:

 

Sobre o autor

Robson Camargo, PMP, MBA, GWCPM, ASF é professor nos cursos de MBA das Principais Escolas de Negócio do País: FGV, Fundação Dom Cabral e FIA/USP com Certificação PMP – Project Management Professional emitida pelo PMI, MBA em Administração de Projetos pela FEA/USP e Master Certificate pela George Washington. Robson Camargo é autor do livro PM VISUAL e criador do Método PM VISUAL. Sua equipe realiza treinamentos e consultorias em empresas do Brasil e exterior. Robson Camargo está à frente da RC Robson Camargo – Projetos e Negócios, há mais de 11 anos.

As marcas PMP, PMI, PMBOK e a logomarca “REP” RegisteredEducationProvaider são marcas registradas do Project Management Institute, Inc.

 

Deixe seu Comentário

Agenda

Confira nossa programação!

Sobre

É uma empresa de Educação Corporativa oficialmente homologada pelo PMI com o selo de R.E.P. (Registered Education Provider), alinhada com o Triângulo de Talentos do Gerente de Projetos

Você também pode se interessar

Newsletter