Blog

Confira nossas novidades e assine nossa newsletter!

Assine nossa Newsletter

Veja outros Posts

O que o efeito halo pode afetar na gestão de projetos?

O que o efeito halo pode afetar na gestão de projetos?

O que o efeito halo pode afetar na gestão de projetos?

  • 29/11/2018
  • Robson Camargo

 

O efeito halo segundo a Wikipédia é a possibilidade de que a avaliação de um item possa interferir no julgamento sobre outros fatores, contaminando o resultado geral. Este é considerado o erro de avaliação mais sério e mais difundido em todo o mundo.

No âmbito do gerenciamento de projetos esta prática também é comum, mesmo que inconsciente. A questão de que o resultado de um projeto pode ser comprometido, quando certos atributos de um gerente de projetos são supervalorizados enquanto outros são subestimados, é bastante discutida entre a comunidade de profissionais de gerenciamento de projetos. Saiba mais sobre este efeito!

O que é efeito halo?

Pois bem, vamos ver outra explicação sobre o que é efeito halo? O efeito halo é mais um daqueles bugs mentais que os seres humanos possuem, que os fazem pensar que a parte representa o todo.

O efeito de halo é um termo criado pelo psicólogo americano chamado Edward Thorndike, que afirmava que o cérebro humano julga, analisa e tira conclusões de uma pessoa a partir de uma única característica, e formula um estereótipo global do indivíduo com este único fator — como aparência, vestimenta, postura, fala etc.

Esta teoria foi desenvolvida durante a Primeira Guerra Mundial, quando Thorndike realizou uma série de experimentos junto ao Exército, com o objetivo de identificar qual era o critério utilizado pelos comandantes para avaliar seus liderados.

Constatou-se que havia uma forte correlação entre a avaliação das aptidões dos soldados em relação a sua aparência: aqueles considerados mais bonitos, fortes ou de melhor postura eram definidos com pessoas mais habilidosas e vice-versa.

Efeito halo na área de gerenciamento de projetos

Pois bem, entendido o conceito acima, é mais fácil compreender porque muitas vezes acreditarmos, por exemplo, que um profissional com alto nível de especialização em segurança da informação poderia gerenciar um projeto de certificação digital com certa tranquilidade.

No entanto, se esse gerente não tiver certas habilidades básicas, como liderança e desenvoltura para lidar com conflitos, as chances de o projeto ser bem sucedido serão reduzidas exponencialmente.

Ou seja, o gerente de projetos não pode ser o especialista no projeto. Ele deve ser o profissional focado em gerenciamento, para garantir que todos os especialistas envolvidos possam realizar seu trabalho da melhor forma garantindo os resultados.

Por outro lado, um profissional da área de marketing, com habilidades de liderança, gestão de pessoas e comunicação comprovadas, apesar de ter grandes habilidades de gestão, poderia ter dificuldade em gerenciar um projeto de construção civil se não tiver conhecimentos do universo da construção civil.

Como visto anteriormente, o gerenciamento de projetos diz respeito à aplicação de conhecimentos, habilidades e técnicas para a execução de projetos de forma efetiva e eficaz.

Via de regra, um gerente de projetos que possua o conhecimento dos cinco grupos de processos, das dez áreas do gerenciamento de projetos e as habilidades de gestão necessárias seria capaz de gerenciar projetos de qualquer natureza.

Para minimizar este problema é necessário avaliar o profissional em todos os aspectos: Comportamentais e Técnicos afim de emitir uma avaliação acertada.

Em todo caso o uso do bom senso é uma ótima opção.

O que é efeito halo na avaliação de desempenho

As avaliações de desempenho são ferramentas utilizadas pelas organizações para medir o comprometimento e os resultados de seus colaboradores em um determinado período. Normalmente é realizada anualmente e é levado em consideração o desempenho individual dos funcionários para criar modelo de plano de ação em busca da melhoria dos resultados. em busca da melhoria dos resultados.

É muito comum o efeito halo na Avaliação de Desempenho. Estudos recentes têm mostrado que os gerentes que avaliam um empregado com uma classificação alta em uma ou duas áreas-chaves, tendem a dar pontuações favoráveis em todos os aspectos de desempenho. O mesmo acontece com conceitos baixos.

Sendo assim, em uma empresa, o efeito halo também se mostra presente quando um colaborador com desempenho insatisfatório acaba abalando negativamente a reputação de todo o departamento ou equipe de trabalho que ele faz parte.

O que é o efeito halo?

O efeito halo é isso: nossa incapacidade de perceber que uma pessoa boa em determinada função não será boa em outra. Cada um possui características dominantes na sua personalidade que determinarão em que tipos de trabalho terão êxito, nem todo mundo é capaz de tudo.

Por isso, é importante unir as avaliações técnicas com as comportamentais antes de definir se uma pessoa deve ou não fazer parte do quadro da empresa ou assumir uma nova função.

Para evitar esses erros, a primeira coisa que se deve fazer é documentar e tomar nota de atitudes positivas e negativas dos colaboradores ao longo do ano.

Ter tudo anotado fornece ao gestor uma visão mais completa e arredondada do empregado. Sem os registros, é provável que os conceitos da avaliação se baseiem em torno da uma memória recente de um evento ou acontecimento.

Outro ponto que é preciso que se tenha em mente, é que ninguém é igualmente brilhante ou inferior em todos os aspectos do seu trabalho.

Assim, é preciso verificar, antes que se inicie a avaliação, se os gestores estão conscientes do efeito halo, para que a avaliação seja o quanto mais isenta possível.

Desse modo, ao final do processo, os colaboradores poderão receber feedbacks úteis e construtivos, que irão estimular o crescimento e desenvolvimento contínuo de suas carreiras.

Qual a importância do efeito halo?

O efeito halo impacta diretamente nos resultados individuais e empresariais, e é preciso ter muita atenção com suas consequências. Quando uma empresa superestima as qualidades de uma pessoa e a coloca em um cargo de muita responsabilidade, é muito fácil perceber que a pessoa é inadequada para o cargo.

Porém, quando isso acontecer, a organização já vai ter perdido tempo e dinheiro. O contrário também acontece e, quando uma pessoa é subestimada, a empresa perde grandes oportunidades de colocar pessoas corretas em cargos de alta responsabilidade.

Se uma empresa tem um projeto de suma importância para ser lançado, espera-se que ela esteja de posse do pessoal correto para o trabalho. As várias fases de um projeto são sempre delicadas e cada uma delas têm que ser vista com atenção.

Caso a organização esteja utilizando pessoas inadequadas dentro do projeto, o sucesso certamente será mais difícil de ser alcançado. Lembre-se que exagerar qualidades que as pessoas não têm ou desprezar qualidades que outras pessoas têm nunca é um bom sinal.

Gostou de saber o que é efeito halo? Percebeu como isso pode atrapalhar as avaliações que fazemos tanto na vida profissional quanto pessoal? Comente aqui!

E agora veja um vídeo para saber quanto ganha um gerente de projetos:

 

 

Sobre o autor

Robson Camargo, PMP, MBA, GWCPM, ASF é professor nos cursos de MBA das Principais Escolas de Negócio do País: FGV, Fundação Dom Cabral e FIA/USP com Certificação PMP – Project Management Professional emitida pelo PMI, MBA em Administração de Projetos pela FEA/USP e Master Certificate pela George Washington. Robson Camargo é autor do livro PM VISUAL e criador do Método PM VISUAL. Sua equipe realiza treinamentos e consultorias em empresas do Brasil e exterior. Robson Camargo está à frente da RC Robson Camargo – Projetos e Negócios, há mais de 11 anos.

As marcas PMP, PMI, PMBOK e a logomarca “REP” RegisteredEducationProvaider são marcas registradas do Project Management Institute, Inc.

Deixe seu Comentário

Agenda

Confira nossa programação!

Sobre

É uma empresa de Educação Corporativa oficialmente homologada pelo PMI com o selo de R.E.P. (Registered Education Provider), alinhada com o Triângulo de Talentos do Gerente de Projetos

Você também pode se interessar

Newsletter