Blog

Confira nossas novidades e assine nossa newsletter!

Assine nossa Newsletter

Veja outros Posts

Baseline de projetos: entenda tudo sobre um plano aprovado

Baseline de projetos: entenda tudo sobre um plano aprovado

Baseline de projetos: entenda tudo sobre um plano aprovado

  • 04/02/2020
  • Robson Camargo

 

Você sabia que a baseline de um projeto serve para dar referências essenciais para o controle de um trabalho?

Para organização e para gerenciar eventuais mudanças, a baseline vai ser fundamental para um gerente de projetos.

O que é baseline de um projeto?

A tradução de baseline é linha de base. Baseline do projeto, portanto, é a linha de base do projeto, que significa um ponto de partida muito bem definido, ou seja, uma referência composta pelos itens escopo do projeto, cronograma e orçamento.

Vai representar um conjunto de dados do projeto nos quais as atividades são planejadas, controladas e servir para comparar o que está sendo executado com o que foi aprovado.

É como se funcionasse como uma cópia estática dos dados planejados para realização de comparativos com os dados reais, à medida que o projeto vai sendo executado.

Normalmente, esses itens são monitorados, controlados e relatados de forma separada para garantir que tudo esteja nos trilhos. Quando esses itens estão integrados pode-se chamar de linha de base de medição de desempenho.

A linha de base sempre deverá estar entre o planejamento e o início do projeto, mas se houver grandes mudanças, provocadas por perdas de recursos importantes, atrasos ou excesso de orçamento, só deve ser redefinida mediante uma nova aprovação de quem já tinha dado o primeiro ok.

Essa ferramenta vai ajudar muito a visualizar e atingir o cronograma do projeto, bem como os custos e objetivos de cada trabalho.

Na metodologia ágil é especialmente útil porque com as entregas iterativas e incrementais, gerente de projetos, Scrum Master e time de desenvolvimento precisam conhecer a cada semana as diferenças entre o status original e o plano aprovado.

O que deve ter na baseline?

O gerente de projetos pode colocar todos esses dados no Microsoft Project e salvar uma cópia de Baseline, que vai armazenar basicamente 5 itens: a data de início e término do projeto, orçamento,  volume de horas e duração do projeto.

A linha de base de um projeto pode ter informações como atribuições,

 recursos e  tarefas:

  • Atribuições: trabalho, orçamento, datas de início e término;

  • Recursos: trabalho, orçamento, início e término;

  • Tarefas: trabalho, orçamento, datas de início e término;

Em conjunto, esses dados vão representar o estado do plano no momento em que a linha de base é salva.

Mas esse não é um arquivo separado, quando a linha de base é salva, o Microsoft vai copiar as informações nos campos agendados para os campos da linha de base. Inicialmente todos esses campos estão vazios e só são preenchidos no momento em que são salvos do MS Project.

A partir disso, esses dados podem ser usados para analisar desempenho de um projeto, porque no software ele já mostra um campo variação, que apresenta a variação calculada entre trabalho planejado e agendado, ou seja, entre linha de base e trabalho.

As variações podem ocorrer quando ocorre alguma mudança entre aquilo que estava aprovado (baseline) e aquilo que a realidade está refletindo.

Rastreamento de Gantt

No software também é possível fazer o rastreamento da linha de base. Para isso, é preciso usar a caixa de diálogo Estatísticas do Projeto. Deve ser feito assim: aplique a tabela da linha de base ao Gráfico de Gantt e adicione colunas da linha de base em uma exibição de tarefas.

O Gráfico de Gantt funciona como um cronograma visual no qual você pode planejar tarefas e visualizar a linha do tempo do projeto.

O rastreamento de Gantt é um tipo de visualização do gráfico de Gantt, que foi desenvolvido para comparação das linhas de base, mostrando eventuais diferenças. 

Conclusão

Para quem está estudando para o exame de certificação do PMP é importante conhecer esse tema, porque também é um dos itens que caem na prova, porque faz parte dos conhecimentos necessários dentro do gerenciamento de projetos.

E como todos sabem, o exame de certificação é baseado nas melhores práticas do gerenciamento, definidas no Guia PMBOK, do Project Management Institute (PMI).

Entenda melhor com esse vídeo:

  

Sobre o autor

Robson Camargo, PMP, MBA, GWCPM, ASF é professor nos cursos de MBA das Principais Escolas de Negócio do País: FGV, Fundação Dom Cabral e FIA/USP com Certificação PMP – Project Management Professional emitida pelo PMI, MBA em Administração de Projetos pela FEA/USP e Master Certificate pela George Washington. Robson Camargo é autor do livro PM VISUAL e criador do Método PM VISUAL. Sua equipe realiza treinamentos e consultorias em empresas do Brasil e exterior. Robson Camargo está à frente da RC Robson Camargo – Projetos e Negócios, há mais de 11 anos.

As marcas PMP, PMI, PMBOK e a logomarca “REP” RegisteredEducationProvaider são marcas registradas do Project Management Institute, Inc.

 

Deixe seu Comentário

Agenda

Confira nossa programação!

Sobre

É uma empresa de Educação Corporativa oficialmente homologada pelo PMI com o selo de R.E.P. (Registered Education Provider), alinhada com o Triângulo de Talentos do Gerente de Projetos

Você também pode se interessar

Newsletter

Fale com a gente!