Blog

Confira nossas novidades e assine nossa newsletter!

Assine nossa Newsletter

Veja outros Posts

Qual o papel do Gerente de Projetos dentro dos Métodos Ágeis?

Qual o papel do Gerente de Projetos dentro dos Métodos Ágeis?

Qual o papel do Gerente de Projetos dentro dos Métodos Ágeis?

  • 12/03/2020
  • Robson Camargo  

 

O papel do gerente de projetos nos Métodos Ágeis pode ficar bastante indefinido em muitas organizações. 

Muitas vezes, não  há um profissional que cumpra especificamente as funções do gerenciamento de projetos. Estipular quem vai exercer essa função pode ser uma tarefa mais desafiadora do que se imagina.

Como o papel do gerente de projetos deve mudar nos Métodos Ágeis?

O conceito dos Métodos Ágeis é que a equipe seja autogerenciada, o que muitas vezes, não combina com a função tradicional do gerentes de projetos. É preciso respeitar esse princípio ágil.

O gerenciamento de projetos em uma empresa que adota Métodos Ágeis deve ser muito mais voltada à colaboração e menos à liderança hierárquica.

Por que dizemos isso? Porque a postura de um gerente de projetos tradicional de métodos preditivos ou cascata é muito mais controladora para monitorar atividades, para produzir geração de status report ou fazer gerenciamento de cronograma

Em Métodos Ágeis, como o Scrum, as funções de gerenciamento de projetos podem ficar sem um profissional específico porque os três papéis fundamentais da metodologia são: Scrum Master (guardião da metodologia ágil), Product Owner (o dono do produto considerada a pessoa de negócios) e o time de desenvolvimento.

Em muitas empresas onde não há um gerente de projetos, fica mais difícil definir quem vai se ocupar com as funções do gerenciamento, como planejamento, definição de escopo, realização de cronograma, gerenciamento de riscos e recursos, remover obstáculos para cumprir prazos, etc.

Parece muito mais lógico que o Scrum Master, que já é o líder servidor, seja o facilitador e apoiador dessas atividades. Mas ele também é responsável pelas reuniões diárias, de planejamento de sprint, validação dos entregáveis com o PO ou até as atividades conhecidas como retrospectiva, que fazem a checagem de como foi todo o processo.

Já em outras empresas, as habilidades tradicionais que são próprias ao gerente de projeto podem ser distribuídas à equipe de desenvolvimento, tendo o Scrum Master como o guia das ações.

Porém, como  a tendência dos Métodos Ágeis é que a equipe seja auto-organizada, necessitando do Scrum Master apenas em estágios iniciais, também fica solta a decisão sobre até que ponto esse líder servidor deve permanecer efetivamente atuante nesse papel de planejar, organizar,  liderar e motivar.

Quais aptidões de um gerente de projetos ágil?

Os Métodos Ágeis também aprimoraram o papel do gerente de projetos para satisfazer as necessidades da metodologia, que visa agregar mais valor ao cliente, com entregas mais rápidas e baseadas em melhoria contínua.

Para uma organização ágil, com vários projetos sendo realizados ao mesmo tempo, é muito útil que haja um gerente de projetos que se encarregue de assuntos como o orçamento, cronograma e coordenação de várias equipes ágeis, com o conhecimento aprofundado das 10 diferentes áreas de conhecimento essenciais do gerenciamento (Integração, Escopo, Cronograma, Custos, Qualidade, Recursos, Comunicações, Riscos, Aquisições e Stakeholder)

Isso é importante porque no Scrum, por exemplo, o Product Owner deve se concentrar em ajudar a equipe a agregar valor ao produto, enquanto o Scrum Master deve garantir a capacitação do time nos princípios da metodologia.

No entanto, o profissional que se encarregar das funções do gerenciamento precisará ter um perfil mais colaborativo e consultivo para atuar como gerente de projetos dos Métodos Ágeis para implementar processos, ferramentas pessoas e ainda agilizar toda a execução.

Para isso, pode promover capacitação para remover obstáculos, fazer a ponte entre as partes interessadas no projeto, ser um instrutor e treinador nos métodos ágeis, na qual as mudanças podem ocorrer com grande rapidez.

Permitir que exista um profissional que cumpra essas responsabilidades vai liberar tempo para que os outros papéis do Scrum cumpram suas funções com mais eficiência. 

Habilidades importantes do gerente de projeto

Para ser um gerente de projetos de uma organização ágil, o profissional deverá reunir algumas habilidades que serão fundamentais para os projetos que gerenciar, como:

  • Sólido conhecimento nas abordagens ágeis e do ciclo de vida do desenvolvimento ágil;

  • Ter espírito colaborativo;

  • Capacidade de manter a serenidade em situações de pressão;

  • Ter pensamento crítico para tomadas de decisão;

  • Ter habilidades organizacionais, especialmente, a capacidade de priorizar o trabalho necessário;

  • Capacidades analíticas;

  • Ser flexível e ágil para promover mudanças rápidas;

  • Ser comunicativo para compartilhar expectativas, atividades e resultados. 

Essas habilidades vão dar muito mais elementos para ser um gerente de projetos dos métodos ágeis, mas lembre-se que muitas organizações estão  utilizando também os métodos híbridos.

Para isso, é preciso ter bom senso para saber qual abordagem adotar, de acordo com a necessidade do projeto, combinando princípios e práticas para atingir o sucesso do trabalho.

 

Veja esse vídeo sobre o mesmo tema:


Sobre o autor

Robson Camargo, PMP, MBA, GWCPM, ASF é professor nos cursos de MBA das Principais Escolas de Negócio do País: FGV, Fundação Dom Cabral e FIA/USP com Certificação PMP – Project Management Professional emitida pelo PMI, MBA em Administração de Projetos pela FEA/USP e Master Certificate pela George Washington. Robson Camargo é autor do livro PM VISUAL e criador do Método PM VISUAL. Sua equipe realiza treinamentos e consultorias em empresas do Brasil e exterior. Robson Camargo está à frente da RC Robson Camargo – Projetos e Negócios, há mais de 11 anos.

As marcas PMP, PMI, PMBOK e a logomarca “REP” Registered Education Provaider são marcas registradas do Project Management Institute, Inc.

Deixe seu Comentário

Agenda

Confira nossa programação!

Sobre

É uma empresa de Educação Corporativa oficialmente homologada pelo PMI com o selo de R.E.P. (Registered Education Provider), alinhada com o Triângulo de Talentos do Gerente de Projetos

Você também pode se interessar

Newsletter

Fale com a gente!