Blog

Confira nossas novidades e assine nossa newsletter!

Assine nossa Newsletter

Veja outros Posts

Premissas de um projeto: saiba por que ajudam no sucesso

Premissas de um projeto: saiba por que ajudam no sucesso

Premissas de um projeto: saiba por que ajudam no sucesso

  • 10/9/2019
  • Robson Camargo

 

Considerar as premissas de um projeto pode ser determinante para que seu objetivo seja alcançado de forma muito bem-sucedida.

Embora nem todos entenda o que é uma premissa de um projeto, normalmente esse termo  vem associado a outro: restrição. Mas vamos explicar direitinho do que se trata cada coisa.

O que são premissas de um projeto?

Quando se pergunta: “Em projetos, qual a definição de premissa?”, saiba que na área do gerenciamento de projetos, as premissas são suposições  do que pode ocorrer. Ou seja, é uma informação que você assume como verdadeira ou certa.

O próprio Guia PMBOK® (Project Management Body of Knowledge) define o que significa premissas de um projeto desta forma. “As premissas de um projeto são eventos ou circunstâncias que se espera que ocorram durante o ciclo de vida de um projeto”.

Perceba a importância de usar essa informação como base de raciocínio para planejar e executar um projeto. Determinar as premissas e restrições em projeto serve para embasar e  respaldar o gerente de projetos em suas escolhas e até estimativas.

Porque quando  um PMP, ou seja, um profissional certificado, elabora um projeto, existem alguns pontos que ainda são incertos ou que dependem de outras partes que não estão sob o controle do gerente ou da equipe.

No entanto, as suposições devem ser precisas para evitar desperdícios de tempo e até mesmo orçamento.

Por isso, ao fazer um business case, inclua essas premissas e restrições de um projeto, exemplos não vão faltar. Essas suposições devem ajudar os stakeholders e equipe a traçar metas e definir estratégias de sucesso.

As suposições sempre vão acontecer?

As premissas em projeto nem sempre acontecem, por isso, o gerente de projetos e sua equipe precisam estar preparados, assumindo até providências prévias, caso o que é premissa venha ou não venha a acontecer.

Por isso, quando se pensa em como fazer as premissas de um projeto, o conceito da Inteligência Coletiva pode ajudar muito. Várias mentes pensando a serviço de uma causa, podem produzir questionamentos e suas devidas soluções.

E todas as áreas precisam determinar as premissas, restrições e riscos em um projeto, podem ser premissas de um projeto de construção civil, de TI ou de uma mostra de arte, premissas de um projeto de calçados, de educação, meio ambiente ou saúde.

Mas lembre-se que para todas as premissas básicas de projeto assumidas, um risco deverá ser criado e gerenciado. Ou seja, estabelecer restrições ou premissas de um projeto é de importância fundamental.

Como fazer premissas de um projeto?

Existe exemplo de premissas em um projeto de vários tipos, vamos conhecer algumas:

-          Tempo;

-          Recursos (financeiros ou de pessoal);

-          Design ou desenvolvimento;

-          Tecnologia;

-          Qualidade (especificações);

-          Questões ambientais.

 

É importante que as premissas sejam bastante precisas, inclusive precisam estar documentadas e não devem ser alteradas durante o projeto. Mas isso não significa que nunca vão ocorrer fatos que farão as premissas mudarem no decorrer da execução.

Caso isso ocorra, é preciso que essas mudanças sejam documentadas, corrigidas e comunicadas para todos os interessados.

Muitas vezes, quando ocorre uma mudança na premissa, é preciso desacelerar e retomar o processo, para garantir uma melhor avaliação dos impactos.

Exemplos de premissas de um projeto

Vamos pensar em exemplos de premissas de projetos. Um caso: você está em um projeto de construção civil, e a premissa do projeto é que a obra vai enfrentar um mês de chuvas.

Esse pode ser um dos exemplos das premissas de um projeto de construção, ou seja, as suposições, do que pode ocorrer e que devem ser levadas em consideração durante o planejamento e execução, seja na hora de executar pelo método tradicional (cascata) ou pelos Métodos Ágeis.

Mas isso não significa que as premissas de um projeto arquitetônico serão sempre as mesmas. São muitas variáveis, como tipos de solo, clima, incidência do sol, legislação de cada lugar e até mesmo questões como privacidade, tipos de materiais que serão utilizados, melhor uso do terreno ou até segurança.

A cada projeto surgem novos desafios, que precisam ser avaliados, para criação de novas premissas que vão ajudar a criar estratégias para conclusão da obra.

Ainda que sejam hipóteses ou suposições, quero reforçar que é preciso levar as premissas de projeto como verdadeiras,  e isso pode ocorrer por meio de experiências ou dados históricos  precisos.

Vamos imaginar outra premissa de um projeto de construção civil: o cliente não vai determinar  qual piso vai querer para o acabamento e a equipe vai ter que pensar em que opções oferecer.

Mas agora vamos pensar em exemplos de premissas de um projeto de TI: no projeto de desenvolvimento de um software, não será usada a linguagem padrão de programação, ou, o cliente vai disponibilizar ambientes equipados com computadores de última geração para criar um novo software.

As premissas de um projeto de software devem atender às metas do projeto, mas, às vezes, os recursos tecnológicos, especialmente os terceirizados, podem depender até mesmo de procedimentos internos do fornecedor.  Neste caso, cabe incluir premissas de um projeto de rede que vão ajudar a equipe a traçar estratégias para concluir o projeto no prazo e tempo determinados.

Entender o que são premissas de um projeto é fundamental, eu repito. Mas às vezes fica parecendo jogo de “o que é, o que é: premissas de um projeto?”

Fica bem complicado para que as pessoas usem de forma correta o termo premissas em projetos. Por isso mesmo, eu aconselho até mesmo que os executivos e gerentes de projetos não a usem, troquem por palavras que vão dar o mesmo sentido.

O que são premissas e restrições de um projeto?

Já vimos que as premissas são informações que devem ser tomadas como verdadeiras para planejar um projeto.

Já a restrição é tudo que limita, restringe, engessa o gerente do projeto, e normalmente, as mais comuns em um projeto são prazos e orçamentos.

Segundo o Guia PMBOK®, restrição é: “Um fator limitante que afeta a execução de um projeto, programa, portfólio ou processo”.

Vamos já destacando exemplos de premissas e restrições de um projeto, aquele mesmo de construção civil citado acima. Vamos pensar que o dono do empreendimento determine que ele seja construído em 180 dias. Isso é um fator limitador (prazo para entrega da obra).

Lembre-se nos exemplos de premissas de um projeto de construção civil, que teve um prazo de 180 dias determinado, já foi assumida como premissa 30 dias de chuvas, que podem atrapalhar o trabalho.

Então, ao planejar o projeto, o gerente de projeto junto com o profissional técnico vai ter que trabalhar em cima dessas informações, que sempre devem ser tomadas como verdadeiras, ainda que sejam suposições.

É preciso se preparar para o que pode acontecer, pode ser que o prazo de 180 dias seja muito curto, não dê margem de folga para a entrega. Neste exemplo, pode ser que não chova tanto, e isso vai dar uma margem de vantagem no prazo;  mas caso chova até mais, esses dias com obra parada ou acontecendo de forma mais lenta já deverão estar previstos.

Outro exemplo de premissas e restrições de um projeto: o cliente desta obra quis um determinado piso, que será importado e pode não chegar em tempo para a fase de acabamento e isso vai atrasar a obra.

Qual medida será tomada, caso isso aconteça essa restrição? Oferecer outra possibilidade de piso ou bancar o atraso?

Ou ainda outro exemplo de restrição, o preço deste material é cotado em dólar e orçamento da obra está na nossa moeda. De repente, acontece a alta do dólar e orçamento para a compra do piso fica comprometida.  Percebeu o tamanho da restrição aqui?

Lembre-se que  restrição é quando há uma limitação por alguém ou por algum contexto de cenário.

Entendeu o que são premissas do projeto? E restrições? Entender o que é premissa de um projeto ou restrição pode ajudar muito a produzir bons resultados em seus trabalhos.

Veja esse vídeo para entender melhor:

 

 

 

Caso ainda tenha dúvidas, me procure pelo LinkedIn, e-mail ou site: robsoncamargo.com.br

Grande abraço e até a próxima!

Sobre o autor:

Robson Camargo, PMP, MBA, GWCPM, ASF é professor nos cursos de MBA das Principais Escolas de Negócio do País: FGV, Fundação Dom Cabral e FIA/USP com Certificação PMP – Project Management Professional emitida pelo PMI, MBA em Administração de Projetos pela FEA/USP e Master Certificate pela George Washington. Robson Camargo é autor do livro PM VISUAL e criador do Método PM VISUAL. Sua equipe realiza treinamentos e consultorias em empresas do Brasil e exterior. Robson Camargo está à frente da RC Robson Camargo – Projetos e Negócios, há mais de 12 anos.

 As marcas PMP, PMI, PMBOK e a logomarca “REP” RegisteredEducationProvaider são marcas registradas do Project Management Institute, Inc.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Agenda

Confira nossa programação!

Sobre

É uma empresa de Educação Corporativa oficialmente homologada pelo PMI com o selo de R.E.P. (Registered Education Provider), alinhada com o Triângulo de Talentos do Gerente de Projetos

Você também pode se interessar

Newsletter

Fale com a gente!