Blog

Confira nossas novidades e assine nossa newsletter!

Assine nossa Newsletter

Veja outros Posts

Certificação PMP: um guia completo para você obter a sua

Certificação PMP: um guia completo para você obter a sua

Certificação PMP: um guia completo para você obter a sua

  • 10/7/2019
  • Robson Camargo

 

Quem é da área de gerenciamento de projetos sabe que os horizontes se ampliam a partir da certificação PMP®. Essa certificação tem sido condição exigida pelas empresas para candidatar-se a vagas de emprego na área, e é certamente um diferencial de mercado.

É claro que o conhecimento prático é importante, mas a certificação PMP® é uma garantia para as empresas que o profissional tem não só as competências técnicas, mas também conhece o passo a passo do Guia PMBOK®, matéria-prima para os gerentes de projeto, onde estão reunidas as informações mais relevantes e atualizadas do setor.

Métodos Ágeis ou Certificação PMP®?

A busca pelos certificados de Métodos Ágeis também tem colocado uma questão para os gerentes de projeto sobre escolher uma certificação Agile ou a Certificação PMP®.

Mas eu posso garantir que a partir da obtenção da certificação PMP®, o gerente certificado terá aberto um leque de opções profissionais, além de trabalhar em alguma organização dos mais diversos setores, pode dar aulas, palestras e até participar de congressos.

Podemos pensar assim: os gerentes de projetos passam anos da vida em busca de completar a sua educação profissional. Neste caminho, depois da formação universitária ele vai participar de diversos outros cursos que complementam essa Educação no sentido de serem mais competitivos e atualizarem sempre as suas habilidades.

Os Métodos Ágeis funcionam dessa maneira: são uma tendência dentro do gerenciamento de projetos e já foram até mesmo integrados às melhores práticas do PMBOK®, mas não refletem o conhecimento total na área.

Esses cursos são úteis, mas não chegam perto do conhecimento de 4 a 5 anos de uma faculdade, funcionam como um complemento, mas a base sólida precisa ser recebida em outro tipo de formação muito mais aprimorada.

Quem quiser entender melhor sobre os Métodos Ágeis, eu oriento a leitura do meu livro “Gestão Ágil de Projetos”, escrito em parceria com Thomaz Ribas. Lá abordamos sobre todos os aspectos dos Métodos Ágeis, que são uma forma de entregar valor ao cliente, absorvendo mudanças e se adaptando rapidamente.

Os profissionais que apenas realizam os Cursos de Métodos Ágeis vão estar credenciados na Metodologia Agile, mas não terão os mesmos conhecimentos sólidos de quem está na Gestão de Projetos há anos e tem a certificação PMP. É preciso muito mais que um curso de poucas horas para isso.

Por isso, posso dizer, sem sombra de dúvida, que a Certificação PMP prepara muito mais o profissional. Veja algumas razões para ser um PMP: 

  • Aprimora a maneira de gerenciar os projetos;

  • Clientes preferem que os projetos sejam gerenciados por quem já é PMP;

  • A certificação dá muito mais peso ao currículo do profissional; 

  • Os gerentes certificados ganham mais que quem não tem a certificação;

  • As chances de networking aumentam muito após a certificação;

  • Ajuda a se manter atualizado com os padrões do setor.

O que é certificação?

Certificação é uma declaração formal de comprovação, emitida por alguma instituição de credibilidade em determinado setor. É um documento obtido, normalmente, por meio da realização da aprovação em um exame, que vai comprovar uma capacidade ou conhecimento a respeito de um determinado tema.

No caso de um gerente de projeto, as certificações têm sido cada vez mais solicitadas no mercado de trabalho, alçando o profissional a novos patamares dentro da organização em que atua ou mesmo fora dela.

Ao ser certificado, os profissionais ganham novo status, possibilidades reais de aumento de renda e valorização do seu “passe”.

Para a área de gerenciamento de projetos, ou Project Management Office, abreviado como PMO, que significa Escritório de Projetos, o certificado PMP (Project Management Professional), emitido pelo PMI® (Project Management Institute), sediado nos Estados Unidos, é o mais reconhecido e que tem o maior peso no mundo inteiro.

O PMI®, que fica na Pensilvânia, detém o conhecimento das melhores práticas do gerenciamento de projetos, obtidos através de consultorias a milhares dos mais gabaritados gerentes de projetos do mundo nas mais diversas áreas: financeira, aeroespacial, farmacêutica, engenharia, administração, tecnologia da informação, automobilística, telecomunicações e outras.

O que é certificação PMP®?

A certificação PMP® tem mais peso que um MBA de Gerenciamento de Projetos, realizado em qualquer uma das melhores escolas de negócios do mundo. É uma das certificações mais reconhecidas do mundo, com validade em 150 países.

Por isso, fica fácil entender porque atualmente há uma verdadeira corrida em busca de curso certificação PMP®. O curso para certificação PMP® ainda é a melhor forma do profissional se preparar para o exame.   

Um profissional sabe que após ser certificado PMP® vai adquirir muito mais competências para ter sucesso em todo o ciclo de vida de um projeto, desde a sua iniciação, passando por planejamento, execução, monitoramento e encerramento, além de ter pleno conhecimento de todas as áreas envolvidas.

Outros fatores que estimulam os profissionais a procurarem um curso preparatório para certificação PMP®:

- Ampliação da empregabilidade

- Reconhecimento e aceleração do crescimento profissional dentro da empresa

- Incremento de valor no mercado de trabalho ao ter uma qualificação reconhecida internacionalmente.

Como obter a certificação PMP®?

Quando os gerentes de projetos tomam conhecimento dos grandes benefícios da certificação PMP, como tirar passa ser a primeira questão a ser resolvida. Para obter a certificação PMP,requisitos passam por capacidades técnicas e educacionais, que devem ser comprovadas. Veja quais:

Categoria II

Para quem tem ensino universitário, os requisitos são:

- Formação de Bacharel ou equivalente, com duração mínima de 4 anos

 - Mínimo de três anos na área de gerenciamento de projetos

- Mínimo de 4.500 horas de liderança e direção de projetos

- 35 horas de formação em gerenciamento de projetos

Categoria I

Mas quem tem diploma de ensino médio também pode obter a certificação. Veja como:

- Comprovada experiência de 5 anos na área de gerenciamento de projetos

- 7.500 horas de liderança e direção de projetos

- 35 horas de formação em gerenciamento de projetos

Para obter a Certificação PMP®, é preciso preencher o formulário de inscrição com seus dados pessoais, formação educacional (acadêmica e em gerência de projetos) e experiência profissional na área.

Além disso, o candidato deve também se comprometer a seguir um Código de Conduta Ética baseada em quatro pilares: Responsabilidade, Respeito, Justiça e Honestidade.

 

 É necessário ser filiado ao PMI® para fazer o exame?

Não é necessário, mas quem for filiado vai obter um desconto para fazer o exame. Para os candidatos que quiserem aproveitar esse benefício, basta preencher a ficha de filiação no site do PMI®, antes de preencher o formulário para o exame de PMP Certificação.

O custo de adesão ao PMI® é de US$ 129 e uma taxa de mais US$ 10. Esse valor acaba sendo diluído porque os filiados têm acesso a recursos e materiais a um preço mais baixo, e, em algumas vezes, gratuitamente. Além disso, esse valor é descontado do valor da prova para o exame PMP.

Quem optar pela filiação ao PMI® também tem outras vantagens como criação de networking, participação de grupos de interesses comuns, descontos em seminários, eventos, feiras específicas e aquisição de livros, além de troca de muitos conhecimentos e experiências com outros filiados.

Depois que você comprovou ter as aptidões técnicas, leu o manual do candidato e realizou a sua inscrição no site do PMI®, preencheu o formulário de inscrição para o exame do PMI®, você vai precisar começar a estudar o Guia PMBOK®.

Os filiados recebem uma cópia gratuita em PDF do Guia PMBOK®.

Os candidatos poderão fazer a prova em sua língua natal, mas um bom conhecimento do inglês é importante também, porque em caso de dúvida, prevalece o enunciado em inglês.

O exame é composto por: 

- 200 questões de múltipla escolha com 4 opções de respostas.

- As 200 questões são divididas em 175 questões válidas para o exame e mais 25 de validação.

- O candidato tem 4 horas para finalizar o exame.

- O candidato deverá acertar 106 das 175 questões.

Quanto custa a certificação PMP®?

Quem pesquisa “Certificação PMP® preço” vai saber que para os associados do PMI® o custo é de US$ 405, enquanto para os não associados vai custar US$ 555.

Mas o que é PMBOK®?

Todas as informações sobre as melhores práticas do gerenciamento de projetos são reunidas no Guia PMBOK® (Project Management Body of Knowledge), também publicado pelo PMI®.

 O Guia PMBOK® é único entre os padrões globais do PMI® porque contém um guia e um padrão. O padrão (ligado à ISO 21500) apresenta conceitos-chave, enquanto o guia revela a fundação com diversas informações adicionais sobre como usar as melhores práticas da área.

Como boa parte dos gerentes de projetos já sabe, esses conceitos são renovados a cada período de aproximadamente 4 anos. Em setembro do ano passado, o guia lançou a sua 6ª edição em inglês e mais 11 línguas. A versão pdf em português chegou em 15 de outubro.

O Guia PMBOK® 6ª edição passou por uma série de atualizações no fim de 2017 e os candidatos estão fazendo o exame para a certificação PMP®  com esse novo conteúdo.

Para os afiliados do PMI, a nova edição do guia PMBOK pdf pode ser baixada no site do PMI® (https://www.pmi.org/pmbok-guide-standards/foundational/pmbok/sixth-edition).

Quais foram as modificações da 6ª edição do PMBOK®?

Inicialmente, a estrutura continua a mesma em relação à quinta edição, com três capítulos introdutórios e 10 sobre as áreas de conhecimento. A nova edição também passa a ter 49 processos, antes eram 47.

Mas todos os capítulos foram reescritos e evidenciam o valor da profissão de gerente de projetos, reforçando a maturidade do Guia PMBOK® ao longo dos anos.

No Capítulo 1, por exemplo, é abordada a questão da evolução da profissão de gerente de projetos como motor de mudança organizacional e meio de favorecer negócios. Já no Capítulo 2, que trata sobre Fatores Ambientais e Ativos, explica-se a influência dos meios em que os profissionais de gerenciamento trabalham.

E o terceiro capítulo é inteiramente dedicado ao papel e às competências do gerente de projetos. Esses dados, antes, estavam no Capítulo 1 de forma mais resumida.

Mas foram mantidos os cinco Grupos de Processos (Iniciação, Planejamento, Execução, Monitoramento, Controle e Encerramento).

Entre as principais modificações do Guia PMBOK®, estão novas seções e padrão único para as 10 áreas de conhecimento. Não foi incluída nenhuma nova área de conhecimento, apenas mudança no nome e de abrangência de duas áreas. O que saiu da área de Cronograma foi para a área de Recursos Humanos.

Áreas de conhecimento

- Gerenciamento de Integração

- Gerenciamento de Escopo

- Gerenciamento de Cronograma (antes era Gerenciamento de Tempo do Projeto)

- Gerenciamento de Custos

- Gerenciamento de Qualidade

- Gerenciamento de Recursos (antes era Gerenciamento de Recursos Humanos)

- Gerenciamento de Comunicação

- Gerenciamento de Riscos

- Gerenciamento de Aquisições

- Gerenciamento de Parte Interessadas

Para cada área de conhecimento, foi incluída uma seção denominada conceitos-chave, que explica seus fundamentos.

O terceiro capítulo passa a abordar também o papel e as competências do gerente de projetos, incluindo o Triângulo de Talentos (habilidades: Técnicas, Estratégicas e de Negócios, Liderança). Veja vídeo abaixo com uma explicação mais aprofundada sobre do que se trata. 

 

 

Mais modificações da 6ª edição

Entre as mudanças também há a inclusão de uma abordagem para as metodologias ágeis e outras práticas iterativas, devido ao crescimento do uso do Agile no mundo inteiro pelos gerentes de projeto.

O Guia PMBOK® em sua 6ª edição traz também uma abordagem para documentos relacionados ao negócio do projeto:

- Business Case

- Business Plan

- Plano de gerenciamento de benefícios

Essa inclusão dá grande ênfase aos aspectos de negócio em documentos como o Termo de Abertura de Projeto e Plano de Gerenciamento de Projeto.

Como estudar para a certificação PMP®?

Os candidatos à certificação PMP® que forem muito organizados e disciplinados podem estudar de forma autodidata, fazer um curso preparatório PMP online e até estudar com grupos de estudo, onde serão realizadas discussões, e podem obter simulado certificação PMP® para treinar para o exame. Mas é difícil.

O interessante mesmo é ingressar em um curso preparatório PMP® porque o profissional vai ter muito mais base, treinamento e discussão em torno do conteúdo do Guia PMBOK®.

Onde cursar o PMP® ?

A RC Robson Camargo – Projetos e Negócios tem um curso preparatório para a certificação PMP®  com 48 horas-aula presenciais, mais uma carga de 100 a 120 horas de estudos, além de mais de 1.000 perguntas para simulados extra-sala, que já garantem um know how que pode ser utilizado no seu dia a dia como gerente de projetos, até um grau de sucesso no exame do PMI de mais de 90%.

O curso preparatório para PMP® da RC Robson Camargo – Projetos e Negócios é o mais reconhecido do mercado e um dos que mais preparou profissionais no Brasil inteiro, dentre os cerca de 18 mil profissionais atualmente certificados, o que faz com que seja o melhor curso preparatório PMP®. Lembramos também que possuímos selo Registered Education Provider – R.E.P. Ou seja, temos rigorosos padrões de qualidade auditado pelo PMI®/EUA.

Os profissionais que ministram o curso preparatório para certificação PMP® utilizam um método desenvolvido por mim, totalmente baseado nos conhecimentos da Universidade de Princeton (EUA). Com essa metodologia, cerca de 4.000 profissionais já foram treinados, sendo que a grande maioria de forma muito bem-sucedida, não só pelo resultado, mas também pelo aprendizado e aplicação no dia a dia dos seus projetos.

Durante o curso de PMP®, os candidatos vão receber orientações gerais para inscrição na prova, serão orientados também para a melhor forma de estudos fora da sala de aula, vão conhecer todos os capítulos do Guia PMBOK® com profundidade, poderão esclarecer suas dúvidas imediatamente e farão diversas revisões dos capítulos, além de estudar em grupos que são formados na primeira aula do melhor curso PMP®.

Além disso, é importante lembrar também que como profissional certificado PMP®, para manter a certificacion PMP® posteriormente é preciso obter 60 PDUs (Unidades de Desenvolvimento Profissional) a cada três anos. Cada PDU equivale a 1 hora de aprendizado ou atuação profissional de Gerenciamento de Projetos. Ou seja, é preciso estudar sempre, o que é muito bom, porque isso só garante mais qualificação à sua carreira.

E então, quer saber mais sobre a certificação PMP® e sobre o curso certificação PMP®? Entre em contato no LinkedIn ou no site: robsoncamargo.com.br

Sobre o autor

Robson Camargo, PMP, MBA, GWCPM, ASF é professor nos cursos de MBA das Principais Escolas de Negócio do País: FGV, Fundação Dom Cabral e FIA/USP com Certificação PMP – Project Management Professional emitida pelo PMI, MBA em Administração de Projetos pela FEA/USP e Master Certificate pela George Washington. Robson Camargo é autor do livro PM VISUAL e criador do Método PM VISUAL. Sua equipe realiza treinamentos e consultorias em empresas do Brasil e exterior. Robson Camargo está à frente da RC Robson Camargo – Projetos e Negócios, há mais de 11 anos.

As marcas PMP, PMI, PMBOK e a logomarca “REP” RegisteredEducationProvaider são marcas registradas do Project Management Institute, Inc.

 

 

Deixe seu Comentário

Agenda

Confira nossa programação!

Sobre

É uma empresa de Educação Corporativa oficialmente homologada pelo PMI com o selo de R.E.P. (Registered Education Provider), alinhada com o Triângulo de Talentos do Gerente de Projetos

Você também pode se interessar

Newsletter

Fale com a gente!